As searas maduras

1 Contemplai as searas maduras,
Vede os grãos tremulando no ar;
Eis a voz do Senhor com ternura
Os fiéis para a ceifa chamar.

CORO:
Oh! quem, pois, dirá para o Mestre:
“Eis-me aqui, eu vou, Senhor!”
Oh! quem a ceifar se consagra
Com prazer, força e fé, com amor?

2 Do semear já o tempo é passado,
E chegou a estação outonal;
Eis de Deus o anelante chamado:
“Partilhai da colheita final!”

3 Com prazer, afinal, o ceifeiro
Juntamente com o semeador,
Receber vai o prêmio do obreiro,
Lá no céu, no eternal lar de amor.

Link http://www.youtube.com/watch?v=n4DxrWsmlxQ

Anúncios
Published in: on 2 de outubro de 2011 at 3:05 am  Deixe um comentário  
%d blogueiros gostam disto: