Hino 322. Cantai de júbilo vós, os retos de coração

Leitura bíblica:  Filp. 4:4; Salmos 27:1; 97:12; 9:10; 32:11 

DIRIGENTE:    Regozijai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, regozijai-vos. 

CONGREGAÇÃO:   O SENHOR é a minha luz e a minha salvação; a quem temerei? O SENHOR é a força da minha vida; de quem me recearei? 

DIRIGENTE:   Alegrai-vos, ó justos, no SENHOR, e dai louvores à memória da sua santidade. 

CONGREGAÇÃO:   Em ti confiarão os que conhecem o teu nome; porque tu, SENHOR, nunca desamparaste os que te buscam. 

DIRIGENTE:   Alegrai-vos no SENHOR, e regozijai-vos, vós os justos; e cantai alegremente, todos vós que sois retos de coração.

Anúncios
Published in: on 14 de outubro de 2010 at 4:28 am  Deixe um comentário  

Hino 321. Cristo é a nossa esperança

Porque para isto trabalhamos e lutamos, pois esperamos no Deus vivo, que é o Salvador de todos os homens, principalmente dos fiéis.”  (1 Tim. 4:10). 

1. Cristo é a nossa esperança,
pois nos veio libertar.
Seu amor que nos alcança
é sublime e singular.
Jesus Cristo está presente
para as dores minorar,
quando sobre nós se lança
dor que aflige, dor sem par.

2. Cristo é nossa alegria;
nEle temos luz e paz.
Mesmo em noite escura e fria,
Seu amor calor nos traz.
Nossa vida e nossa força
com poder e amor refaz.
Ele é nossa alegria,
esperança e muito mais.

link http://www.youtube.com/watch?v=T7qD19IoiWk&feature=related

Published in: on 14 de outubro de 2010 at 4:27 am  Deixe um comentário  

Hino 320. Esperança na tribulação

Leitura bíblica:  Rom. 5:1-5; Gal. 5:22,23 

Tendo sido, pois, justificados pela fé, temos paz com Deus, por nosso Senhor Jesus Cristo; pelo qual também temos entrada pela fé a esta graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança da glória de Deus. E não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência, e a paciência a experiência, e a experiência a esperança. E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado. Mas o fruto do Espírito é: amor, gozo, paz, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. Contra estas coisas não há lei.

Published in: on 14 de outubro de 2010 at 4:26 am  Deixe um comentário  
%d blogueiros gostam disto: