Hino 129. As dores do Messias

Leitura bíblica:  Is. 52:13, 15;  53:2-6

Eis que o meu servo procederá com prudência; será exaltado, e elevado, e mui sublime. Assim borrifará muitas nações, e os reis fecharão as suas bocas por causa dele; porque aquilo que não lhes foi anunciado verão, e aquilo que eles não ouviram entenderão.
Porque foi subindo como renovo perante ele, e como raiz de uma terra seca; não tinha beleza nem formosura e, olhando nós para ele, não havia boa aparência nele, para que o desejássemos. Era desprezado, e o mais rejeitado entre os homens, homem de dores, e experimentado nos trabalhos; e, como um de quem os homens escondiam o rosto, era desprezado, e não fizemos dele caso algum. Verdadeiramente ele tomou sobre si as nossas enfermidades, e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus, e oprimido. Mas ele foi ferido por causa das nossas transgressões, e moído por causa das nossas iniqüidades; o castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo seu caminho; mas o SENHOR fez cair sobre ele a iniqüidade de nós todos.

Anúncios
Published in: on 11 de agosto de 2010 at 6:08 pm  Deixe um comentário  

Hino 128. Digno é o Cordeiro

 “Que com grande voz diziam: Digno é o Cordeiro, que foi morto, de receber o poder, e riquezas, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e ações de graças.(Apoc. 5:12).

Digno é o Cordeiro que foi morto.
Digno é o Cordeiro que foi morto.
Digno é o Cordeiro que foi morto
de receber honra e glória,
riqueza e poder, força e sabedoria.
Digno é o Cordeiro,
digno é o Cordeiro,
digno é o Cordeiro que foi morto.
Digno é o Cordeiro.

link http://www.youtube.com/watch?v=_-KK4mB16Gg&feature=related

Published in: on 11 de agosto de 2010 at 6:06 pm  Deixe um comentário  

Hino 127. Ao contemplar a rude cruz

 “E, levando ele às costas a sua cruz, saiu para o lugar chamado Caveira, que em hebraico se chama Gólgota, onde o crucificaram, e com ele outros dois, um de cada lado, e Jesus no meio.(João 19:17,18).

1.  Ao contemplar a rude cruz
em que por mim morreu Jesus,
minha vaidade e presunção
eu abandono com contrição¹.

2.  Em nada quero me gloriar,
salvo na cruz de dor sem par.
Humilde, sacrificarei
tudo que desagrada ao Rei.

3.  De Sua fronte, pés e mãos
vem um amor que faz irmãos.
Unem-se nEle dor e amor,
a coroar o Redentor.

4.  Se eu fosse o mundo Lhe ofertar
Ele o iria desprezar;
Seu grande amor vem requerer
minha alma, a vida e todo o ser.

link http://www.youtube.com/watch?v=1hgb-wFRryo&feature=related

1. Dor profunda por ter cometido pecado.

Published in: on 11 de agosto de 2010 at 6:04 pm  Deixe um comentário  
%d blogueiros gostam disto: