Hino 45. O mundo é Teu, Senhor

“No princípio criou Deus os céus e a terra.” (Gn. 1:1).

1.  O mundo é Teu, Senhor.
Que grato é perceber
a natureza a Te louvar,
cantando de prazer!
O mundo é Teu, Senhor.
Alegra-me pensar
em Tuas sábias criações:
montanhas, céu e mar.

2.  O mundo é Teu, ó Pai.
As aves na amplidão,
o lírio branco, a luz do sol,
feituras Tuas são.
O mundo é Teu, ó Pai.
Em tudo posso ver,
até na folha a farfalhar¹,
Teu divinal poder.

3.  O mundo é Teu, Senhor.
Jamais esquecerei
que embora existam erro e mal,
Tu és eterno Rei.
O mundo é Teu, Senhor,
pois Cristo já venceu;
inimizades destruiu,
unindo terra e céu.

Link http://www.youtube.com/watch?v=p18w7Zl9VJE&feature=related

farfalhar: fazer barulho, emitir ruído característico.

Anúncios
Published in: on 15 de julho de 2010 at 8:01 pm  Deixe um comentário  

Hino 44. O mundo é do Senhor

Leitura bíblica:  Jo. 1:1,2;  Gn. 1:1-3; Jo. 1:4; Gn. 1:6-8; Sl. 19:1; Gn. 1:9,10; Sl. 19:1; Gn. 1:14; Mt. 5:14,16; Gn. 1:24; Sl. 148:7; Gn. 1:26; Sl. 148:12,13; Gn. 2:3

No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus. Ele estava no princípio com Deus.
No princípio criou Deus os céus e a terra. E a terra era sem forma e vazia; e havia trevas sobre a face do abismo; e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas. E disse Deus: Haja luz; e houve luz.
Nele estava a vida, e a vida, e a vida era a luz dos homens.
E disse Deus: Haja uma expansão no meio das águas, e haja separação entre águas e águas. E fez Deus a expansão, e fez separação entre as águas que estavam debaixo da expansão e as águas que estavam sobre a expansão; e assim foi. E chamou Deus à expansão Céus, e foi a tarde e a manhã, o dia segundo.
Os céus declaram a glória de Deus e o firmamento anuncia a obra das suas mãos.
E disse Deus: Ajuntem-se as águas debaixo dos céus num lugar; e apareça a porção seca; e assim foi. E chamou Deus à porção seca Terra; e ao ajuntamento das águas chamou Mares; e viu Deus que era bom. Do SENHOR é a terra e a sua plenitude, o mundo e aqueles que nele habitam. Porque ele a fundou sobre os mares, e a firmou sobre os rios. Haja luminares na expansão dos céus, para haver separação entre o dia e a noite; e sejam eles para sinais e para tempos determinados e para dias e anos.
Vós sois a luz do mundo; não se pode esconder uma cidade edificada sobre um monte; Assim resplandeça a vossa luz diante dos homens, para que vejam as vossas boas obras e glorifiquem a vosso Pai, que está nos céus.
E disse Deus: Produza a terra alma vivente conforme a sua espécie; gado, e répteis e feras da terra conforme a sua espécie; e assim foi.
Louvai ao SENHOR desde a terra: vós, baleias, e todos os abismos;
E disse Deus: Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança; e domine sobre os peixes do mar, e sobre as aves dos céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre todo o réptil que se move sobre a terra.
Moços e moças, velhos e crianças. Louvem o nome do SENHOR, pois só o seu nome é exaltado; a sua glória está sobre a terra e o céu.
E abençoou Deus o dia sétimo, e o santificou; porque nele descansou de toda a sua obra que Deus criara e fizera.

Published in: on 15 de julho de 2010 at 7:57 pm  Deixe um comentário  

Hino 43. Tu és digno

“Digno és, Senhor, de receber glória, e honra, e poder; porque tu criaste todas as coisas, e por tua vontade são e foram criadas.” (Apocalipse 4:11)

Tu és digno, Tu és digno,
Tu és digno, Senhor;
digno de glória, glória e honra,
glória e honra e poder.
Porque Tu criaste,
sim, todas as coisas,
todas as coisas, Senhor;
por Tua vontade foram criadas.
Tu és digno, Senhor.

link http://www.youtube.com/watch?v=HG6up5MeRu8

Published in: on 15 de julho de 2010 at 7:52 pm  Deixe um comentário  
%d blogueiros gostam disto: