James Milton Black

  James M. Black nasceu no dia 19 de Agosto de 1856 em South Hill, New York e faleceu no dia 21 de Dezembro de 1938 em Williamsport, Pennsylvania, onde está enterrado, no cemitério de Wildwood. Black iniciou sua carreira musical com John Howard de Nova York e Daniel Towner do Instituto Bíblico Moody. Mudou-se para Williamsport, Pennsylvania, por volta de 1881, e foi um membro ativo da Igreja Metodista Episcopal de Pine Street, desde 1904 até sua morte, servindo como cantor e professor da Escola Dominical. Black também encontrou tempo para publicar uma dúzia de hinários, escrever quase 1.500 cânticos e fazer parte da comissão que elaborou o hinário Metodista de 1905.

http://harpacrista-fragmentos.blogspot.com/2008/03/hc048-o-dia-do-triunfo-de-jesus.html

Anúncios
Published in: on 4 de junho de 2010 at 9:39 pm  Deixe um comentário  

Francis Bottome

  Francis Bottome (Frank Bottome) nasceu no dia 26 de Maio de 1823 em Belper, Derbyshire, Inglaterra e faleceu no dia 29 de Junho de 1894 em Gunnislake, Cornwall. Depois de emigrar para a América, Bottome tornou-se ministro da Igreja Metodista Episcopal em 1850. A Faculdade Dickinson em Carlisle, Pensilvânia, concedeu-lhe o título no grau de Doutor em Divindade em 1872.

http://harpacrista-fragmentos.blogspot.com/2008/06/hc100-o-bom-consolador.html

Published in: on 4 de junho de 2010 at 9:37 pm  Deixe um comentário  

História do hino 327 – O piloto

  O major D. W. Whittle conta o seguinte incidente em relação a este hino:
  “Fui com o general O. O. Howard para dirigir reuniões e os soldados em Tampa, Flórida, e um dia, ao passar pelo acampamento, encontrei um jovem soldado com febre e moribundo. Ajoelhei-me ao seu lado e perguntei-lhe se era cristão. Respondeu-me que não, mas que seus pais o eram e pediu-me que orasse por ele. Orei, mas, não notei qualquer impressão profunda em seu coração. Saí com meu coração entristecido, mas prometi voltar outro dia. Dois dias depois, visitei-o outra vez e ao orar com ele, o Senhor pôs em minha mente o hino ‘o Piloto’, que cantei. O soldado moribundo disse: – ‘Ó, isto me fez bem; fez-me lembrar de minha querida irmã em Michigan, que costumava cantar este hino antes de eu entrar para o exercito’. Pediu-me que o repetisse várias vezes, e finalmente perguntou: ‘Será que Jesus seria o meu Piloto para entrar no porto de descanso? ‘Disse-lhe que certamente Jesus o seria’. Respondeu: ‘Confiarei nEle de todo o coração’. Procurei vê-lo outra vez no dia seguinte, mas seu colega me comunicou que falecera na noite anterior”.
  Este hino foi publicado anonimamente, pela primeira vez no The Sailor’s Magazine (Revista do Marinheiro), em 1871 e somente depois de ter sido publicado no “Spiritual Songs” (Hinos Espirituais), em 1878, é que o modesto Edward Hopper deu-se a conhecer como seu autor. A igreja do dr. Hopper, bem cognominada “Igreja de Mar e Terra”, situava-se na cidade de Nova York, onde ele trabalhou por muitos anos.
  Apesar de ser escrito especialmente para sua congregação de marinheiros na cidade de N. York, este maravilhoso hino tem sido fonte de conforto e benção a todo o cristão. Seus majestosos acordes são um ótimo acompanhamento para os seus magníficos pensamentos. A melodia foi escrita por John E. Gould, proprietário de uma loja de musicas na cidade de N. York.
  Ele musicou-o após havê-lo visto no The Sailor’s Magazine, na noite anterior à sua partida para a África, onde esperava que sua saúde melhorasse. Soube-se mais tarde que morreu na Algéria. A morte de Gould foi muito pranteada na igreja de Hopper, mas ninguém da congregação suspeitava que o próprio Hopper era o autor da letra deste hino. O Piloto é uma homenagem a um homem que verdadeiramente depositou sua vida nas mãos do Mestre – e que, mesmo vivendo num tempo que já não era seu, aos setenta e dois anos, pode meditar com deleite sobre o Céu. 

Fonte: http://www.musicaeadoracao.com.br/hinos/historias_hinos/ha_358.htm, que cita Histórias de Hinos e Autores – CMA – Conservatório Musical Adventista

Published in: on 4 de junho de 2010 at 9:35 pm  Deixe um comentário  
%d blogueiros gostam disto: