Francisco Caetano Borges da Silva

  Francisco Caetano Borges da Silva, um pastor evangélico que nasceu em 1863, em São Miguel, RS. Emigrou para os Estados Unidos. Publicou o hinário Cânticos Cristãos, em New Bedford, Estado de Massachusetts, onde havia uma colônia portuguesa. Ainda hoje existem muitas igrejas com cultos na língua portuguesa nesta região. Borges da Silva traduziu outros hinos, um dos quais foi Manso e Suave.

 Fonte: http://www.musicaeadoracao.com.br/hinos/historias_hinos/ha_253.htm, que cita Ichter, Bill H. Se os Hinos Falassem, vol.III, Rio de Janeiro, Casa Publicadora Batista (JUERP),1971,p.94

Anúncios
Published in: on 5 de maio de 2010 at 11:54 pm  Deixe um comentário  

Leônidas Philadelpho Gomes da Silva

  O tradutor, Pr. Leônidas Philadelpho Gomes da Silva [203, 286, 296, 359, 510] nasceu no recife, PE, em 1854, e ali, aos 20 anos, foi batizado pelo Dr. Kalley na Igreja pernambucana (Congregacional). Preparou-se para o ministério em Londres e voltou para o Brasil em 1879. Foi ordenado na Igreja Evangélica para o Brasil em 1893, continuando a trabalhar no Recife. PE, em Salvador, BA (onde editou o jornal A Palavra) e no Rio de janeiro. Organizou a igreja Evangélica (Congregacional em Niterói, RJ, a qual pastoreou durante 15 anos. Ao exonerar-se do pastorado em 1914, tornou-se evangelista da Sociedade de Evangelização, ministério que o levou a diversos estados do Brasil, e que continuou até sua morte em 14 de março de 1919. Também foi editor do periódico O Cristão por algum tempo. O pr. Leônidas editou a coletânea O Cantor Evangélico, em 1895, seguida por mais duas edições. Escreveu, traduziu e adaptou numerosos hinos. Suas produções, como de outros autores e compositores, foram incluídas nesta obra. Poderemos encontrar diversas dos seus hinos nos hinários evangélicos do Brasil.

Fonte: http://www.musicaeadoracao.com.br/hinos/historias_hinos/ha_384.htm, que cita Gilmore, Joseph Henry In: Reynolds, William J. Companion to Baptist Hymnal, Nashiville, TN, Broadman press, 1976, p. 85

Published in: on 5 de maio de 2010 at 11:52 pm  Deixe um comentário  

História do hino 147 – Obediência no batismo

  A hora do batismo, para o batista, é muito preciosa. É para ser lembrada por toda a vida… De acordo com Rolando de Nassau Salomão Luiz Ginsburg escreveu este hino provavelmente para sua própria imersão, em Salvador-ba, em novembro de 1891, e publicou-o na 2ª edição do Cantor Cristão, no mesmo ano. 

Fonte: Cristão, Hinário para o Culto – Música. História. 2 Música sacra- Batista. P. 385, Rio de Janeiro JUERP, 2001.  

Published in: on 5 de maio de 2010 at 11:51 pm  Deixe um comentário  

História do hino 566 – Saudação

  O hinista João Dieners escreveu este alegre hino de gratidão para um aniversário da sua igreja. Nele, o autor louva a Deus pelas muitas maneiras em que tem mostrado a sua fidelidade. Agrade as respostas de oração e as vitórias nas lutas. Pelo real prazer que há em celebrar como Deus protegeu e guardou sua igreja, Dieners exorta a todos a cantar e proclamar a graça divina. Os filhos escolhidos de Deus devem cantar com alegria e júbilo sobre as ricas bênçãos que seu Pai lhes concedeu e, em resposta a tudo isso, devem ter o lema trunfal: “Avante”.

Fonte: Cristão, Hinário para o Culto – Música. História. 2 Música sacra- Batista. P. 326, Rio de Janeiro JUERP, 2001.

Published in: on 5 de maio de 2010 at 11:50 pm  Deixe um comentário  
%d blogueiros gostam disto: